/ Empresa / A importncia da avaliao dos ndices contbeis de uma empresa
Imprimir Not�cia

02/05/2017 �s 15:19 por Empresa

A importncia da avaliao dos ndices contbeis de uma empresa
cr�ditos: http://www.e-auditoria.com.br/publicacoes/noticias/avaliacao-dos-indices-contabeis-de-uma-empresa/


São vários os fatores capazes de influenciar a saúde econômica e financeira de uma empresa, sejam eles internos ou externos à organização. Por isso, é imprescindível ter, pelo menos, uma noção básica das demonstrações contábeis, o que possibilitará ao empresário uma gestão mais inteligente, com visão ampla sobre as tendências em um contexto organizacional e dos possíveis resultados a serem alcançados.

De acordo com a Especialista Fiscal da e-Auditoria Carla Mansur, o domínio dos indicadores contábeis de uma empresa por seu gestor permite tomadas de decisões mais precisas e assertivas. “Através dos relatórios gerados em nosso software de auditoria, o e-Auditor, podemos verificar se a empresa tem uma boa liquidez e se está tendo uma rentabilidade lucrativa, o que é imprescindível para demonstrar sua situação financeira”, exemplifica.

Confira abaixo alguns dos índices fornecidos pelo e-Auditor ao analisar arquivos da Escrituração Contábil Digital (ECD):

Índices de Endividamento:

 

· Participação do capital de terceiros: apresenta a relação entre o que a empresa deve a terceiros (Passivo Circulante e Não Circulante) e o capital dos sócios investido na empresa (Patrimônio Líquido).

· Endividamento a curto prazo: apresenta qual o nível de exigibilidade de Curto Prazo do endividamento, ou seja, a relação entre o Passivo Circulante divido pelo Passivo menos o Patrimônio Líquido.

· Endividamento total: apresenta o nível de total de endividamento, ou seja, a relação entre o Ativo e o Passivo.

· Dependência financeira: apresenta o nível de dependência financeira no período, ou seja, a relação entre a soma do Passivo Circulante e Não Circulante dividido pelo valor do Ativo.

· Independência financeira: apresenta o nível de independência financeira no período, ou seja, a relação entre o valor do capital dos sócios investido na empresa (Patrimônio Líquido) e os bens e direitos da empresa (Ativo).

Índices de Estrutura de capitais de curto e longo prazo:

· Capital circulante líquido: apresenta a diferença entre o ativo circulante e o passivo circulante.

· Capital permanente: apresenta a soma dos valores do patrimônio líquido e do passivo não circulante.

· Capital circulante próprio: apresenta a diferença entre o patrimônio líquido e o ativo permanente.

Índices de Resultado de giro:

· Giro do ativo não circulante: apresenta a utilização do Ativo não circulante na geração de receita, ou seja, a relação entre a Receita Líquida e o Ativo não circulante.

· Giro do ativo imobilizado: apresenta a utilização do Ativo imobilizado na geração de receita, ou seja, a relação entre a Receita Líquida e o Ativo Imobilizado.

· Giro do ativo investimento: apresenta a relação entre a Receita Líquida e o Ativo investimento.

· Giro do patrimônio líquido: apresenta a variação do Patrimônio Líquido em relação a geração de receita, ou seja, a relação entre a Receita líquida e o Patrimônio Líquido.

· Necessidade de capital de giro: Apresenta a relação entre a soma dos valores do Estoque e de clientes e do valor de Fornecedores.

Índices de Imobilização:

· Imobilização do patrimônio líquido: apresenta a relação de aplicação de recursos próprios (Patrimônio Líquido) em bens e direitos permanentes (Ativo Permanente).

· Imobilização do ativo: apresenta o valor do Ativo imobilizado em relação ao Ativo Total da empresa.

· Imobilização sobre recursos não correntes: apresenta a relação entre os recursos próprios (Patrimônio Líquido) e de terceiros de longo prazo (Passivo Não Circulante), que estão financiando o Ativo Permanente.

Índices de Liquidez:

· Liquidez corrente: apresenta a relação entre Ativo Circulante e o Passivo Circulante.

· Liquidez seca: apresenta a relação entre Ativo Circulante menos os Estoques e o Passivo Circulante.

· Liquidez imediata: apresenta a relação entre as Disponibilidades e o Passivo Circulante.

· Liquidez geral: apresenta a relação entre a soma do Ativo Circulante e do Ativo Realizável a Longo Prazo em comparação com a soma do Passivo Circulante e Não Circulante.

· Liquidez de recursos próprios: apresenta a capitalização líquida de curto prazo sobre o patrimônio líquido através da relação da diferença entre o Ativo Circulante e o Passivo Circulante em comparação com o Patrimônio Líquido.

Índices de Rentabilidade:

· Margem bruta: Apresenta o a relação entre o Lucro Bruto e as Vendas Líquidas.

· Margem operacional: apresenta a relação entre o Lucro Operacional e as Vendas Líquidas.

· Margem líquida: apresenta a relação entre o Lucro Líquido e as Vendas Líquidas.

· Rentabilidade do patrimônio líquido: apresenta a relação entre o Patrimônio Líquido e o Lucro Líquido.

· Retorno sobre o ativo: apresenta a relação entre o Ativo e o Lucro Líquido.

· Giro do ativo: apresenta a relação entre a Receita Líquida e o Ativo.

Como demonstrado no quadro acima, as informações trazidas pelos índices contábeis representam muito mais que simples indicadores de desempenho. Realizar essas análises a partir de relatórios e números exatos é de suma importância para um diagnóstico real, capaz de espelhar a verdadeira situação líquida e patrimonial da organização.




Espalhe por a�


Coment�rios
Deixe seu coment�rio